Blog
Paloma

Recirculador de Água Quente: banho frio? Nunca mais!

Como funciona o recirculador de água quente
04 de dezembro de 2019

A demora na chegada da água quente no chuveiro é um dos principais pesadelos de muitas pessoas. Já imaginou? O momento do seu merecido descanso e relaxamento ser arruinado, pois você não conta com um recirculador de água quente. Caso não saiba, esse sistema de recirculação é peça chave para garantir que o seu banho não se transforme numa dolorosa frustração. Além disso, outro detalhe importante sobre essa solução de aquecimento é o fato dela desempenhar um papel importante na preservação da coisa mais importante para todos nós: a água.
Ficou confuso? Não tem problema, nesse artigo vamos explicar tudo direitinho para você.

O que é um Recirculador de Água Quente?

O sistema de recirculação de água quente é complexo, e necessita de alguns componentes para funcionar perfeitamente – como as bombas de circulação. Para ilustrar melhor, acompanhe a situação a seguir: assim que você abre o registro de uma ducha ou torneira, é necessário esperar que toda a água fria saia da tubulação, antes da quente chegar. Dessa maneira, uma quantidade considerável de água acaba indo para o ralo, literalmente. Lembra que falamos sobre a preservação desse importante bem? Então, é aqui que o desperdício de água torna-se um problema gravíssimo.
A explicação é simples: quanto maior for o comprimento das tubulações entre o aquecedor (seja aquecimento a gás, aquecedor solar ou elétrico) mais água estará acumulada nos tubos e maior será o desperdício. Às vezes, esse tempo entre a saída de água fria pode ser de segundos. No entanto, em casas maiores ou em prédios comerciais, essa demora pode ser de minutos. Imagine a quantidade de água que é desperdiçada nesses momentos. Assustador, não é?
E como solucionar esse problema? Com o recirculador de água! Ele “coleta” toda a água que fica parada entre o sistema de aquecimento e os pontos de consumo, e devolve para o aquecedor. Assim, ela é reaquecida e direcionada para uso. Ou seja, não há nenhum tipo de desperdício.

Quais são os seus componentes?

O recirculador de água quente é composto pelos seguintes equipamentos: um controlador digital, uma bomba de circulação e um sensor de temperatura. Entenda melhor sobre a função de cada um agora:

  • Controlador Digital: essa peça é a mais importante, afinal, ele é responsável por comandar todo o sistema. Por exemplo, é nele que configuramos e programamos o uso do recirculador, sendo responsável por ligar e desligar a bomba de circulação. Além disso, ele exibe em seu display informações importantes, como a temperatura da água.
  • Bomba de circulação: se recorda que a água fria fica acumulada na tubulação, certo? Então, a bomba de circulação faz essa água circular e voltar para o aquecedor a gás para ser reaquecida. É um componente pequeno e de baixa potência.
  • Sensor de temperatura: o sensor é a peça que identifica a temperatura da água que corre pela tubulação, enviando a informação para o controlador digital.

Em alguns casos, principalmente em sistemas maiores, existe um quarto elemento: o vaso de expansão, responsável por absorver o excesso de pressão. É encontrado em hotéis, escolas, academias, restaurantes, entre outros.

Como o sistema de recirculação de água funciona

O funcionamento deste sistema já foi brevemente explicado anteriormente, agora, você entenderá melhor diferentes maneiras de acioná-lo:

  1. Acionamento manual: como o nome indica, é a maneira mais simples de iniciar o recirculador de água quente. Aqui, você ativa o sistema por meio de um botão – poucos minutos antes de tomar banho. Dessa forma, quando for banhar-se, a água estará pré-aquecida.
  2. Acionamento por diferencial de temperatura: nesse caso, você programa uma temperatura padrão. Vamos imaginar a temperatura padrão que são 38 graus. Como o sensor lê a temperatura o tempo todo, quando ele identificar uma diferença de 5 graus, o sistema será acionado. Assim que a água atingir a temperatura programada, o recirculador será desligado.
  3. Acionamento por horários: essa é a opção mais comum e econômica. Nela, é possível programar horários específicos para que o sistema ligue. Sendo assim, você registra as horas baseadas no hábito dos moradores da residência. Por exemplo: se todo mundo da sua casa toma banho às 7h, você pode programar o sistema para ligar às 6h30. Assim, a água estará quente no horário do seu banho. Uma outra vantagem dessa forma de acionamento, é ela respeitar o diferencial de temperatura mencionado acima. Em outras palavras, o sistema somente liga se a água acumulada na tubulação estiver com temperatura baixa.

O que achou do nosso artigo sobre o recirculador de água quente? Conseguiu entender melhor sobre o assunto? Se gostou, curta e compartilhe com os seus amigos, especialmente para aqueles que buscam aquecedor a gás para residência. Temos artigos toda semana em nosso site, fique ligado e acompanhe nossas novidades.
Até a próxima!

Leia também



Boiler: Entenda como funciona e outras dicas
Como funciona o aquecedor a gás: Tudo que você precisa saber
Copyright © 2019 Rheem Aquecedores. Todos os direitos reservados.
Otimização de sites Multlinks